Arroz: 20 novos agricultores adotam técnicas inovadoras para aumentar a produtividade em Oé-Cusse

Arroz: 20 novos agricultores adotam técnicas inovadoras para aumentar a produtividade em Oé-Cusse

Motivados pelos bons resultados da implementação de uma inovadora da técnica de produção de arroz no ano passado em Oé-Cusse – quando o rendimento das colheitas aumentou até 136% – 20 agricultores Atoni decidiram juntar-se à experiência e melhorar sua produção de arroz implementando este sistema de plantio nos seus campos.


Entre fevereiro e maio de 2019,os agricultores cultivarão 7,92 Ha na região, seguindo esta nova técnica. Desta extensão total, 2,3 Ha serão cultivados no subdistrito de Citrana (Naktuka) e os restantes 5,62 Ha no sub-distrito de Pante Macassar (Oemolo, Faot Pote, Barel, Petun, Betbanae tuan, Betbanae mota ninin, Fatununi, Oekasi and Kaktua naek).

Esta é a primeira fase da ampliação do sistema que o Secretário Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural da RAEOA – ZEESM-TL está a implementar em Oé-Cusse com o objetivo de aumentar a produção local, após o sucesso alcançado no ano passado. Futuros plantios serão realizados em julho próximo, com mais agricultores envolvidos.


Baseada no Jajar Legowo System (JLS) esta é uma técnica de plantio que assenta em faixas largas entre filas de arroz, alternando entre 20-40 cm e com uma distância entre cada planta de 10cm. No cultivo de arroz, a distância de plantio é essencial, pois determina a produtividade alcançada.


Com a implementação de um projeto piloto da JLS no ano passado, a RAEOA – ZEESM TL aumentou o rendimento das culturas em até 136% em dois campos. O sucesso alcançado por essa técnica está diretamente relacionado à maior quantidade de luz solar que as plantas conseguem fotossintetizar bem, melhor fluxo de ar dentro da plantação, prevenção de doenças e pragas e, finalmente, melhor gestão da cultura.