Comissão de Economia e Desenvolvimento em visita a Oé-Cusse

Comissão de Economia e Desenvolvimento em visita a Oé-Cusse

O Salão da Alfândega de Palaban, em Pante Macassar, Oé-Cusse, recebeu na manhã de dia 26 de setembro de 2019, a sessão pública de receção à Comissão de Economia e Desenvolvimento (Comissão D do Parlamento Nacional), que se encontra na Região até ao próximo dia 28 de setembro de 2019.

Os deputados Virginia Ana Belo (presidente da Comissão), Ricardo Baptista (vice-presidente da Comissão), Olinda Guterres, José Virgílio R. Ferreira, Antoninho Bianco, Alexandrino C. da Cruz, António dos Santos, Mariano Sabino Lopes e Regina Freitas, e ainda os técnicos Victor de Deus Maia e Juizinha da Costa Gonçalves assistiram à apresentação, pela Secretária Regional de Finanças e Presidente da Autoridade em Substituição, Dra. Leónia Monteiro, dos principais dados relativos ao desenvolvimento integrado de Oé-Cusse desde 2014. Investimento e receitas, infraestruturas como estradas, saneamento, pontes, eletricidade 24/24 horas nos 18 sucos, sistemas de abastecimento de água para uso agrícola e irrigação, aeroporto e hotel, equipamentos de saúde e educação, construção habitacional e apoios sociais e à formação e ao empreendedorismo foram apenas alguns dos tópicos abordados. À Secretária Regional de Turismo Comunitário e Comércio, Dra. Inácia Teixeira, coube apresentar o desenvolvimento da política da RAEOA – ZEESM TL para um turismo comprometido com o bem-estar e os valores das comunidades locais, assente em estratégias que vão da uniformização dos estabelecimentos de restauração e hospedagem ao desenvolvimento, divulgação e promoção de uma imagem e identidade próprias e diferenciadoras, que aposta na tradição e na inovação em doses iguais. O apoio da Região ao empreendedorismo, com destaque para a população jovem e para as mulheres, as iniciativas da OBI – Oé-Cusse Business Incubator e o desenvolvimento das indústrias caseiras, já com produtos endógenos para apresentar – dos sabonetes de côco ao licor da banana, entre outros – foram algumas das boas práticas partilhadas com a Comissão.

Pela Secretaria Regional de Agricultura coube a uma das dirigentes técnicas apresentar estratégias e resultados obtidos nos últimos anos, com a duplicação de número de colheitas anuais de arroz de melhor qualidade e em maior quantidade; o sucesso das políticas de produção local orientadas para alimentar o programa Merenda Escolar e da aposta na horticultura; a disseminação de sistemas de abastecimento de água para fins agrícolas e a criação de cadeias de valor em produtos como o ananás ou o café, sem esquecer o empenho da Região na campanha de reflorestação em curso e na valorização e criação de condições para um sector agropecuário mais forte e competitivo.

No final das apresentações, os deputados manifestaram a satisfação pelos dados avançados e elogiaram ainda a forte presença das mulheres na política e nos cargos de chefia na Região, mostrando que é realmente possível fazer a paridade entre homens e mulheres na vida pública sair do papel e da legislação e ganhar vida no quotidiano dos territórios de Timor-Leste.