Oé-Cusse celebrou Dia Mundial da Mulher 2019

Oé-Cusse celebrou Dia Mundial da Mulher 2019


A Polícia Nacional de Timor Leste (PNTL) celebrou em Oé-Cusse o Dia Mundial da Mulher 2019, com um programa cultural que contou com a presença de S. Excelências o Ministro Interino do Interior, Brigadeiro-General Filomeno Paixão de Jesus, e o Presidente da Autoridade da RAEOA – ZEESM-TL, Dr. Mari Alkatiri, para além de diversos deputados nacionais, secretários regionais e representantes de outras entidades, civis, militares e religiosas.

A comemoração integrou a inauguração de um centro de formação da PNTL, numa iniciativa que demonstra a preocupação ativa em proporcionar a todos o acesso à aprendizagem contínua. Na PNTL, recordou o Superintendente da PNTL em Oé-Cusse, Comandante Arnaldo de Araújo, as mulheres são alvo, desde o processo de recrutamento, de discriminação positiva. «Isto significa que entre um candidato e uma candidata com as mesmas notas, a prioridade é dada à mulher», concretizou.

Com 15% de elementos femininos, a PNTL constatou a dificuldade de algumas destas profissionais se deslocarem a Dili para as ações de formação, atendendo às suas responsabilidades familiares, razão pela qual apostou nesta descentralização, criando centros de formação em todos os distritos.

«Falta saber quando teremos em Oé-Cusse uma comandante da PNTL», disse, no seu discurso, o Presidente da Autoridade. S.E. Dr. Mari Alkatiri, que felicitou todas as mulheres da Região e de Timor-Leste, e lembrou que a igualdade de género se faz com a participação de todos, homens e mulheres. «Fico muito feliz de ver aqui danças internacionais, zumba, da Indonésia, latinas… mas gostava também de ver o nosso tebedai. É bom estarmos abertos às culturas de fora mas é fundamental não esquecer a nossa. E também gostava de ter visto os homens a dançar… assim não é igualdade, só dançaram as mulheres», brincou.

Registe-se que a RAEOA – ZEESM-TL também pratica uma política de discriminação positiva das mulheres nos seus processos de recrutamento.