Oé-Cusse e Nusa Tenggara Timur: uma ponte para o futuro

Oé-Cusse e Nusa Tenggara Timur: uma ponte para o futuro

No âmbito da Visita de Cortesia de uma Delegação de Nusa Tenggara Timur (NTT), chefiada pelo Governador da Província da República da Indonésia, S. Excelência Viktor Laiskodat, à Região Administrativa Especial de Oé-Cusse Ambeno (RAEOA) e Zona Especial de Economia Social de Mercado (ZEESM- TL), onde decorreu o encontro com S. Excelência o Presidente da Autoridade, Dr. Mari Alkatiri, os dois líderes manifestaram publicamente a vontade de contribuírem para uma cooperação orientada para o desenvolvimento das suas regiões e dos seus países.

Nos discursos que tiveram lugar durante a receção-convívio na frente marítima de Pante-Macassar, o Governador Viktor Laiskoda sublinhou que esta é uma visita histórica, por se tratar da primeira vez que um Governador visita Oé-Cusse com uma comitiva com a dimensão da que a acompanhou, de mais de 320 pessoas, entre líderes regionais e culturais. O dignitário indonésio considerou que é tempo de trabalhar incessantemente pelo desenvolvimento de Timor Leste e Timor Ocidental, considerando que Oé-Cusse pode ser a ponte necessária para a concretização desse trabalho em parceria e que as fronteiras não têm de constituir limitações, uma vez que, defendeu, a economia social e a cultura não conhecem fronteiras.

Sua Excelência o Presidente da Autoridade da RAEOA – ZEESM-TL, Dr. Mari Alkatiri, subscreveu as palavras do seu convidado e propôs mesmo a construção de uma ponte entre Oé-Cusse e Kupang, uma ponte que aproxime geograficamente mas que seja também um símbolo deste novo fôlego na relação de amizade e cooperação entre as duas regiões vizinhas, que visa também facilitar o diálogo entre as capitais Díli e Jacarta, no que respeita à questão das fronteiras. O trabalho de aproximação entre as duas regiões continuará brevemente, com uma visita de cortesia do Presidente da Autoridade, acompanhado de uma delegação de Oé-Cusse, a Kupang, ainda este mês, e com a constituição de uma Comissão Técnica Conjunta que irá explorar de forma eficiente as áreas de cooperação já identificada, nomeadamente no domínio dos Transportes e Acessibilidade, Saúde e Energia.