«Taking Over Certificate» do Aeroporto Internacional de Oé-Cusse «Rota do Sândalo»

«Taking Over Certificate» do Aeroporto Internacional de Oé-Cusse «Rota do Sândalo»

Sua Excelência o Presidente da Autoridade da Região Administrativa Especial de Oé-Cusse Ambeno (RAEOA) e Zona Especial de Economia Social de Mercado (ZEESM), Dr. Mari Bim Amude Alkatiri, assinou hoje, quinta feira, 6 de dezembro de 2018, a recepção provisória da obra do Aeroporto Internacional de Oé-Cusse Ambeno, o “Taking Over Certificate”, um ato contratual que assinala, acima de tudo, um momento importante no desenvolvimento sustentado da RAEOA e da visão integrada que se procura para esta ZEESM.
Esta obra, cuja construção agora se dá por praticamente concluída, terá um custo final de USD $119.940.058,87 e um prazo de execução de 43 meses.
Este aeroporto, que dispõe de facilidades e equipamentos modernos e completos para permitir obter certificação de operações internacionais, cumpre com as normas internacionais aplicáveis da OACI (ICAO) e IATA, em termos de segurança (safety) e níveis de conforto para os passageiros e seguridade (security), estando desenhado para a operação sem limitações de aeronaves do tipo Airbus A320 ou Boeing B737-800, de dia e de noite.
O aeroporto Internacional de Oé-Cusse dispõe ainda de facilidades para o processamento de carga e de animais vivos, incluindo serviços de quarentena, de forma a contribuir para uma nova centralidade do Enclave.
Este aeroporto tem uma pista de 2200 metros de comprimento, 45 metros de largura e uma área de estacionamento com capacidade para 7 aeronaves de diversos tipos em simultâneo, capaz de processar mais de 500 passageiros por hora entre partidas e chegadas, quando estiver em operação plena. Dispõe ainda de sistemas automáticos de geração de energia de emergência, equipamentos de combate a incêndios de última geração e equipamentos de serviços de terra para apoio às aeronaves, sistema de fornecimento de informação meteorológica automática e uma torre de controlo com sistemas de comunicação modernos e completos.
Pelos motivos expostos, o Presidente da Autoridade da RAEOA – ZEESM-TL sustenta que esta infraestrutura vai beneficiar os habitantes do Oé-Cusse e quem visita a Região, seja em turismo ou em negócios e, em última instância, o Povo de Timor-Leste, ao incentivar o desenvolvimento de toda a Pátria timorense.

Fim