Viver e Trabalhar em Oé-Cusse

Viver e Trabalhar em Oé-Cusse

Oé-Cusse é um local com inúmeras áreas sagradas, piscinas escondidas, caminhadas florestais e uma praia quase interminável. As áreas rurais ainda demonstram os métodos tradicionais de tecelagem e construção. Artesanato e crenças antigas ainda fazem diariamente parte das vidas físicas e espirituais da população de Oé-Cusse. A confiança extraordinária sentida pelas pessoas que vivem aqui, em conjunto com a nossa baixa taxa de criminalidade, traduzem-se numa experiência de visita que é relaxada, segura e descontraída. A ZEESM está consciente destas dádivas e quer criar as circunstâncias necessárias à sua partilha.

Sociedade

Qualquer pessoa que tenha visitado Oé-Cusse nota que este é um local seguro, tal como demonstrado pelos números que ilustram uma baixa taxa de criminalidade. A confiança social baseia-se em profundas relações familiares, cuja proteção se estende aos visitantes. Eventos comunitários tais como festivais e serviços religiosos, Católicos e tradicionais, são bastantes participados. Parceiros internacionais notaram que a comunidade responde bem quando requisitada para projetos de construção, com partes das estradas rurais acidentadas a serem reparadas antecipadamente assim que necessário.

Fornecimento de Produtos

Oé-Cusse localiza-se entre diversos centros comerciais e a ZEESM está a aumentar o acesso e ligação entre eles. Um ferry, aeroporto, sistema de vistos e de estradas aperfeiçoados significam um transporte de bens entre Kupang, Díli e Pante Macassar progressivamente melhorados.

Atrações

Existem várias atrações em Oé-Cusse,  como por exemplo as  cascatas ou as erupções de lama, onde a energia geotermal surge numa paisagem lunar.  Junto a Pante Macassar existe o Trilho Fonte Sagrada – Nibau e um velho forte Português empoleirado sobre a capital, com vista para a maior parte da região, incluindo Lifau, onde a capital original de Timor-Leste se situou durante mais de 200 anos.

Existem outros trilhos mapeados para turistas junto de Pante Macassar, como o Trilho Pais-Bisae Sunaf, o pequeno Trilho Fatsuba e outro que passa junto a uma área com famílias de macacos.  O trilho em Lifau, logo após sair de Pante Macassar, chama-se Trilho Via Sacra.

Clima

Oé-Cusse tem um clima tropical, com uma longa estação seca alternada com uma curta estação das chuvas. Tem qualquer informação ou perguntas sobre a realização de negócios em Oe-Cusse?  Informe-nos para que possamos partilhar aqui e ajudar outras pessoas.